Nubank e Lojas Americanas: os riscos de deixar sua reserva de emergência em bancos digitais

Fonte: Pexels

Nubank e Lojas Americanas: os riscos em deixar seu dinheiro em bancos digitais. Atualmente muitas pessoas estão “aplicando” seu dinheiro em fundos de bancos digitais que são indexados pelo CDI, o que tem deixado muita gente preocupada é a maneira que esses bancos digitais alocam esse capital.

O que agrava e acende um sinal vermelho é que, na maioria das vezes, esse dinheiro é a reserva de emergência da maioria dessas pessoas.

Primeiro sobre não deixar no tesouro. O que o Nubank tem de diferente é um percentual do CDI muito maior do que outros bancos oferecem. Cuidado com duas coisas: não só com Nubank, tem outros bancos, também têm empresas de pagamento que oferecem rentabilidade ainda maior que o Nubank.

Toda instituição financeira é falível

Sujeita à fracassos existem instituições com rating elevadíssimo, você pode analisar Itaú, Bradesco, BTG Pactual ou outros bancos que têm décadas de existência e, acumularam um patrimônio muito robusto, muito maior do que a poupança das pessoas físicas e, que simplesmente não quebram da noite para o dia.

Existem os recém fundados. Isso não é uma afirmação de que o Nubank e seus pares vão quebrar; mas que por terem um volume investido muito menor que o total de patrimônio e consolidação, não tem força para segurar uma eventual corrida bancária se todo mundo resolver sacar seu dinheiro de uma única vez. 

Há um limite de proteção

Existe um fundo garantidor de crédito, que cobre até 250.000 reais por CPF e, essa é a proteção limite que nós temos em qualquer banco. Nos bancos de maior rating, você não precisa se preocupar tanto com os 250.000 de proteção.

Uma observação importante é como esses bancos digitais alocam o seu capital, o seu dinheiro que na maioria das vezes é sua reserva de emergência. Ainda usando o Nubank como exemplo, o caso das Lojas Americanas servem para que você procure estar sempre atento, para não cair em uma furada com essa. 

O fundo Reserva Imediata do Nubank, que investia 1% do seu valor total em debêntures das Americanas, teve rendimento negativo no mês até o dia 13 de janeiro. Em seu material de divulgação, o Nu Reserva Imediata é indicado para a reserva de emergência.

O rendimento do fundo Nu Reserva Imediata foi negativo

Em 0,26% em janeiro até a última sexta-feira. Nos últimos 12 meses, o dinheiro rendeu 12,74%, até o dia 13 de janeiro. Como comparação, o CDI (Certificado de Depósito Interbancário, índice de referência no mercado) rendeu 12,59% nos últimos 12 meses. Cerca de 0,97% do total do fundo foi aplicado em debêntures das Americanas em setembro de 2022, último dado disponível sobre a constituição da carteira desse fundo. 

Esse debênture era visto por agências de rating como sendo de baixo risco. O rating da companhia era AA+ para a Fitch até o dia 11 de janeiro, antes da crise. Esse grave erro do Nubank mostra que você deve ficar sempre de olho no seu dinheiro e, sabe que terceirizar a responsabilidade pela sua rentabilidade não é uma opção.

Outro forte alerta vai para aqueles sistemas de pagamentos

Estes prometem 200% do CDI. Observe as pequenas letras que eles têm na publicidade; você ganha 200% do CDI nos primeiros três meses de aplicação, ou com valor de aplicação limitado, isso serve apenas como isca para atrair clientes.

O ideal é você procurar por instituições onde você terá a melhor rentabilidade possível, pelo maior tempo possível e, na medida que o seu patrimônio crescer, vai conseguir mais resultados. Nubank tem feito um trabalho consistente nesse sentido, mas tome muito cuidado para não confiar cegamente em uma instituição que está em franco crescimento e, que ainda não conseguiu gerar lucro.

Se você é alguém que não consegue ter resultados no tesouro direto, se você está olhando só o percentual do CDI e, o Tesouro da 100% do CDI ou taxa SELIC. Tenha noção que estamos vivendo um momento em que, as coisas estão muito desequilibradas na economia, em função do novo governo e, o que se consegue hoje de rendimento em títulos prefixados que, prometem de 11% à 14% ao ano, não irá conseguir encontrar daqui alguns meses, existem títulos que pagam IPCA (inflação) + 6,5%. Algo assim se tornará raro muito em breve

Imagina que com a inflação de + ou – 12% ao ano, você estará ganhando pelo menos 6% acima da inflação. Você ganha muito dinheiro hoje sim, ou com títulos do Tesouro ou com títulos privados, protegidos pelo fundo garantidor de crédito, que não podem ser desprezados nesse momento de desequilíbrio.

Tem muita gente lamentando que a bolsa caiu e, os fundos de ações estão em baixa. Você precisa fazer a conta do potencial de crescimento das suas ações, comparado com aportar aonde você tira o dinheiro das ações e, compra títulos que te dão a certeza de ganho, entre 14% a 18% ao ano.

Pode ser que você esteja tentando ganhar em ações e ao mesmo tempo, abrindo mão de oportunidades que estão muito evidentes e, dependendo do título, uma garantia de que por 4 ou 5 anos terá esse rendimento. Então não desperdice a oportunidade tem muita coisa boa à disposição no mercado hoje.

A Microsoft e a OpenAI anunciaram recentemente um investimento multibilionário da Microsoft na OpenAI: ChatGPT Bilionários mais repudiados do mundo Criando negócios milionários sem investimento inicial Colecionadores de luxo podem lucrar mais que investidores Investir no exterior: Sua vida financeira global e completa Shorts do YouTube estão prestes a deixar todo mundo rico